petroleiroanistiado

A great WordPress.com site


Deixe um comentário

GÁS – Moçambique poderá tornar-se 2º maior produtor do mundo.

Moçambique: País poderá tornar-se 2.º maior produtor de gás no Mundo.

Moçambique será, até 2050, o segundo maior produtor mundial de hidrocarbonetos, segundo a previsão da Rystad Energy Insight, instituição norueguesa de consultoria na área do petróleo e do gás.
Segundo a instituição, o país encontra-se atrás da Austrália e deixa para trás a Argélia, Nigéria, Angola e Tanzânia. Com baste nestas previsões, o governo moçambicano poderá arrecadar perto 105 de biliões de dólares em receitas fiscais.
Estes dados foram apresentados há dias em Maputo, durante uma reunião entre deputados da Assembleia da República e cientistas noruegueses.
Nos últimos cinco anos, Moçambique descobriu reservas estimadas em cerca de 170 triliões de pés cúbicos (TCF) de gás natural nas Áreas 1 e 4 da Bacia do Rovuma, operadas pela companhia norte-americana Anadarko e pela italiana ENI.
Para este ano está prevista a decisão final com vista o investimento nos projetos de Gás Natural Liquefeito (LNG), o que representará uma etapa fundamental para o avanço dos projetos do Rovuma.
Fonte: A Bola


Deixe um comentário

RÚSSIA – Exportações da Gazprom para Europa terão redução de 9% em 2014.

 

As exportações de gás para a Europa da russa Gazprom vão cair 9% em 2014 em relação ao ano anterior, anunciou hoje o vice-presidente do consórcio de gás russo, Alexandr Medvédev.

“Haverá pelo menos 140 (mil milhões de metros cúbicos), forneceremos 147 com toda a certeza”, contra os contra os 162.000 milhões do ano passado, afirmou Medvédev, citado pela Interfax.

Recordou que a Gazprom sempre forneceu anualmente um mínimo de 140.000 milhões de metros cúbicos com exceção de 2009, ano da crise financeira, quando forneceu apenas 137.000 milhões.

“A Europa deve clarificar a sua política energética, já que o gás natural não tem privilégios, mas pelo contrário às vezes é descriminado”, afirmou Medvédev numa alusão às pressões da União Europeia sobre a Gazprom.

A Rússia abandonou nos princípios desde mês o controverso projeto do gasoduto South Stream, com o qual pretendia abastecer com gás natural os países europeus através do mar Negro e assim evitar o trânsito por território da Ucrânia.

O plano de South Stream, que foi substituído por um projeto de exportação para a Turquia, previa o envio de cerca de 63.000 milhões de metros cúbicos a partir da Rússia para os países da União Europeia.

Fonte: Portal Notícias ao Minuto (Portugal)