petroleiroanistiado

A great WordPress.com site

GÁS NATURAL – Novo gasoduto russo divide a Europa.

Deixe um comentário

 

Leste europeu teme um desvio do gás russo dos gasodutos que passam pelos respectivos territórios

O plano germano-russo de construir um segundo gasoduto está a causar uma ‘guerra’ dentro da UE.

O confronto foca-se na construção do gasoduto ‘Nord Stream 2’, um projecto da estatal russa

Gazprom para construir uma segunda linha de fornecimento de gás natural à Alemanha através do

Mar Báltico ao lado do ‘Nord Stream’, a funcionar desde 2011.

Os países de Leste receiam ser marginalizados, dado que um novo gasoduto directo entre a Rússia e

a Alemanha esvazia os gasodutos russos que passam pelos respectivos territórios, e sobre os quais

recebem direitos de trânsito. Também a Ucrânia está muito preocupada com menos gás natural a

passar pelos gasoutos, que atravessam o país, dos quais recebe 1,8 mil milhões de euros.

Dentro da UE, a Polónia é a maior crítica do negócio. Para o presidente polaco Andrezej Duda, o

projecto é um exemplo de “egoísmo nacional, que ignora por completo os interesses dos outros

países”, enquanto a primeiraministra Beata Szydlo avisou que o acordo “viola as sanções” impostas

pela UE à Rússia. O projecto também conta com a oposição do primeiro-ministro italiano, Matteo

Renzi, agastado com os dois pesos e duas medidas da Comissão Europeia agiu rapidamente para

acabar com o projecto ‘South Stream’ (um gasoduto da Gazprom que transportaria gás directamente

da Rússia para o Sul da Europa), mas não impediu agora a ligação à Alemanha.

O comissário europeu da Energia, Miguel Arias Cañete, já afirmou que Bruxelas está a estudar meios

de travar o projecto, mas o processo é difícil, porque a Gazprom – que detém 50% do projecto – teve o

cuidado de estabelecer parecerias com as empresas alemãs E.on e BASF, a francesa ENGIE, a

austríaca ONV e a britânica Dutch/Shell. “O Nord Stream 2 é um projecto que tem enormes

consequências políticas”, avisou Cañete.

O impacto não deixa de ser sentido em Washington, que teme que o presidente russo Vladimir Putin

use os gasodutos como arma para pressionar a Europa. Dentro do próprio governo alemão, a

chanceler Merkel enfrentará problemas para cancelar um projecto apoiado pelos parceiros de

coligação social-democratas: o ex-chanceler Gerhard Schröder foi o arquitecto do ‘Nord Stream’.

Fonte: Económico (Portugal)

 

Anúncios

Autor: carlosadoria

MANTÉM SUAS UTOPIAS DE 60 ANOS ATRÁS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s