petroleiroanistiado

A great WordPress.com site

GÁS NATURAL E ELETRICIDADE DA BOLÍVIA.

Deixe um comentário

Brasil confirma que precisará comprar gás natural e eletricidade da Bolívia

La Paz – O Brasil precisará no futuro comprar mais gás natural e também eletricidade da Bolívia,
temas que já estão sendo negociados e que levará tempo para definir, afirmou nesta sexta-feira o
novo embaixador brasileiro em La Paz, Raymundo Rocha Magno.
O diplomata se referiu a este assunto em entrevista coletiva na qual explicou os principais projetos de
integração discutidos por ambos países, entre eles a ampliação do contrato de venda de gás natural,
cuja vigência de 20 anos termina em 2019.
“O Brasil terá no futuro gás para dizer à Bolívia que não necessita mais de seu gás? Não acredito que
seja assim”, disse Rocha Magno.
O embaixador acrescentou que à medida que o Brasil recupere os níveis de crescimento de antes,
“haverá mais necessidade de gás” e a Bolívia tem as condições para exportá-lo, no marco de um
processo de integração que permita o desenvolvimento econômico de ambos países.
A Bolívia exporta cerca de 32 milhões de metros cúbicos diários de gás natural ao Brasil a um preço
de US$ 5 por milhão de Unidades Térmicas Britânicas (BTU), a metade do valor que tinha antes da
queda do custo do petróleo.
As autoridades bolivianas anunciaram que buscarão melhorar o preço do combustível nas
negociações com o Brasil.
Além disso, Rocha destacou os projetos para a construção de usinas elétricas binacionais, como
parte do plano do governo boliviano para fazer do país um “coração energético” para o Cone Sul.
“A necessidade de energia elétrica vai ser muito grande e a Bolívia vai poder exportar sua energia ao
Brasil com certeza”, sustentou.
Os planos discutidos por ambos países incluem a construção de plantas termoelétricas e hidrelétricas
em áreas amazônicas da Bolívia para a produção de pelo menos 7.500 megawatts, quase sete vezes
mais que o atual consumo nacional da Bolívia.
Sobre um projeto de integração de ferrovia bioceânico impulsionado pela Bolívia para conectar-se
com Brasil e Peru, o embaixador indicou que espera “intensamente” que saia do papel pelo interesse
da região na melhora da infraestrutura de comunicação.
“De meu ponto de vista, eu não estou dentro das negociações, não posso dizer (algo) oficialmente,
mas para mim faz todo o sentido que a Bolívia esteja integrada de alguma maneira a este projeto”,
opinou o diplomata.
O presidente boliviano, Evo Morales, insistiu que será mais barato e terá maiores efeitos na
integração se o trem bioceânico for construído entre Brasil, Bolívia e Peru, ao invés de passar
somente por território brasileiro e peruano.
Fonte: EFE

Anúncios

Autor: carlosadoria

MANTÉM SUAS UTOPIAS DE 60 ANOS ATRÁS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s