petroleiroanistiado

A great WordPress.com site

EXPLORAÇÃO DO CAMPO DE LIBRA.

Deixe um comentário

15

Libra reflete efeitos da Lava-Jato, segundo a PPSA

 

O presidente da Pré-sal Petróleo SA, Oswaldo Pedrosa, disse ontem que os desdobramentos da Operação Lava-Jato estão sendo considerados dentro do planejamento da campanha exploratória de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos, e que o consórcio, liderado pela Petrobras, trabalha para cumprir o conteúdo local do projeto. O executivo destacou, no entanto, que o pedido de “waiver” [uma isenção do cumprimento dos índices de nacionalização] é um direito das empresas responsáveis pelo desenvolvimento do campo e que não está descartado pelas sócias.

“Nos orientamos para não pagar multa, porque temos a obrigação legal de monitorar se os operadores estão cumprindo o conteúdo local, mas os contratos preveem ajustes, waiver. Isso tudo pode ser levado em consideração. O ajuste está no contrato. Se for comprovado que os preços são diferentes dos similares internacionais e o prazo [para entrega] é muito maior do que o dos competidores externos, pode ser feito o pedido à ANP [Agência Nacional de Petróleo] de desoneração do compromisso”, disse o executivo a jornalistas, após participar da cerimônia de abertura da Rio Pipeline.

Questionado sobre o cumprimento do conteúdo local em Libra, Pedrosa admitiu que os desdobramentos da Lava-Jato trazem impactos sobre a disponibilidade de bens e serviços no mercado nacional, mas que isso tem sido levado em conta no planejamento das atividades no projeto. “Procuramos orientar o planejamento para ter a indicação clara de que poderemos atingir o conteúdo local”, afirmou.

O executivo comentou, ainda, o impacto da desvalorização do real frente ao dólar sobre a política de conteúdo local e destacou que o câmbio pode favorecer a indústria nacional.

“Com o dólar aumentando, o produto local fica mais competitivo. Temos um mercado muito apertado, em face da crise que estamos vivendo. Com a Operação Lava-Jato, a maioria das empresas [estaleiros e empreiteiras] estão impedidas de contratar com a Petrobras, mas os fabricantes de equipamentos vão se beneficiar com o câmbio mais favorável para a exportação”, avaliou.

De acordo com o presidente da PPSA, dois novos poços devem ser perfurados este ano em Libra. Com isso, o consórcio responsável pela exploração da área deve cumprir o programa de perfurar quatro poços em 2015.

“Libra está mantendo o cronograma”, disse o executivo, destacando que um poço já foi perfurado e um segundo deve ser concluído este ano. Os outros dois previstos para serem iniciados nos próximos meses, segundo Pedrosa, só devem ser concluídos em 2016.

Ainda de acordo com ele, a licitação para contratação do FPSO (plataforma flutuante) do projeto piloto de Libra já está em andamento e deve ser concluída até o fim do ano. O convite foi entregue a empresas internacionais, algumas delas vinculadas a companhias brasileiras.

“O primeiro óleo do piloto de Livra está previsto para 2019 e para isso é preciso contratá-lo [o FPSO] agora. Se não escorrega [atrasa o cronograma]”, afirmou o executivo.

Leiloado pela ANP em 2013, o campo de Libra é operado pela Petrobras (40%), em sociedade com a francesa Total (20%), a anglo-holandesa Shell (20%) e as chinesas CNOOC (10%) e CNPC (10%). A estatal PPSA, por sua vez, atua como representante dos interesses da União na gestão do contrato de partilha do campo. O teste de longa duração (TLD) da área está previsto para entrar em produção no segundo semestre do ano que vem.

Fonte: Valor Econômico

Anúncios

Autor: carlosadoria

MANTÉM SUAS UTOPIAS DE 60 ANOS ATRÁS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s