petroleiroanistiado

A great WordPress.com site

BRASIL – Desafios das energias eólica e solar no Brasil.

Deixe um comentário

O crescimento e os desafios das energias eólica e solar no Brasil

Energia eólica gerou 40 mil empregos diretos e indiretos em 2014. Já a energia solar não cresce tão vertiginosamente. Sol responde por apenas 0,01% de toda a energia do Brasil.
Onde há vento, não há crise. A energia eólica ostenta números que contrastam com o momento difícil da economia. Só no ano passado, o setor gerou 40 mil empregos diretos e indiretos. E deve gerar mais 200 mil para dar conta de todos os projetos. Nos próximos quatro anos, serão 66 bilhões em investimentos em todo o Brasil, já garantidos por contrato.
Em apenas cinco anos, foram construídos 285 parques eólicos no Brasil, a maioria no Nordeste. Só o Rio Grande do Norte responde por 34% de toda a capacidade instalada no país. E hoje não resta dúvida de que foi a força do vento que impediu o racionamento de energia no Nordeste.
O crescimento da energia eólica também ajuda na economia da região. Hoje, 2.400 famílias, na maioria dos casos de baixa renda, recebem em média quase R$ 2.300 por mês, graças aos movimentos dos aerogeradores.
Sol responde por apenas 0,01% de toda a energia do Brasil
Já a energia solar não cresce tão vertiginosamente, e o aproveitamento pleno dessa matriz energética permanece no escuro. O Sol responde hoje por apenas 0,01% de toda a energia do Brasil. Uma realidade que começou a mudar com os leilões de energia que abriram espaço para o Sol na matriz energética.
O primeiro foi realizado no final do ano passado. O segundo, no último mês de agosto. Somados os resultados, foram contratados até o momento mais de dois mil megawatts em capacidade instalada, o suficiente para abastecer um milhão de residências ou 4 milhões de pessoas. Os investimentos previstos são de R$ 8,4 bilhões e compreendem a instalação de 61 usinas solares até 2017.
A maioria dos equipamentos solares é importada. Para estimular a indústria nacional, os investidores interessados em obter financiamento do BNDES deverão utilizar módulos fotovoltaicos montados inteiramente no Brasil. As molduras de alumínio que envolvem as placas fotovoltaicas também deverão ser fabricadas por aqui, assim como o suporte dos módulos solares e os componentes elétricos que fazem parte do kit.
Clique aqui para assistir à matéria.
Fonte: G1 — Globo News

Anúncios

Autor: carlosadoria

MANTÉM SUAS UTOPIAS DE 60 ANOS ATRÁS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s