petroleiroanistiado

A great WordPress.com site

FERTILIZANTES – Incrível, única preocupação é com a relação custo/benefício.

Deixe um comentário

Construção da Planta de Amônia é suspensa em Uberaba

Petrobras anunciou hibernação do projeto.

Prefeito Paulo Piau cobra posicionamento do Governo de Minas Gerais.

O projeto de construção da Planta de Amônia (UFN V) em Uberaba está suspenso. A informação foi divulgada por meio de nota nesta quarta-feira (1º) pela Petrobras. Dentre os motivos apontados pela Estatal para a hibernação do projeto está o adiamento sucessivo – por parte da Gasmig – da construção do gasoduto que forneceria gás natural à planta.

O prefeito de Uberaba, Paulo Piau, esteve nesta quarta em Brasília para entregar à vice-Presidência um documento elaborado por 70 prefeitos de cidades do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba solicitando auxílio para a implantação da Planta de Amônia e Gasoduto.

Em nota divulgada para a imprensa, o prefeito comentou os motivos que causaram a suspensão do projeto e cobrou do governo do Estado uma resolução do impasse. “É uma nota que a gente já sabia, mas que é importante para esclarecer quem precisa tomar atitude, que neste caso é o governo do Estado de Minas Gerais, no que tange a construção do gasoduto”, avaliou o prefeito, que estará nesta quinta-feira (2) em Belo Horizonte, onde cumprirá agenda com o presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Mauro Borges, para tratar do gasoduto e, mesmo sem reunião agendada, tentará falar com o governador Fernando Pimentel.

Em nota, a Cemig se posicionou sobre a situação do gasoduto e informou que “o projeto passa no momento por readaptações visando minimizar seu custo de implantação e se adequar ao novo prazo da UFN-V a ser fixado pela Petrobras. A Cemig, conjuntamente com a sua subsidiária, Gasmig, segue confiante na viabilidade dos dois projetos integrados e reafirma o compromisso de construir o gasoduto que irá beneficiar o Triângulo Mineiro”, diz trecho da nota.

A obra

Com investimento previsto de R$ 1,95 bilhão, a obra da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN-V), a planta da Petrobras teria capacidade para produzir anualmente 519 mil toneladas de amônia. A construção é de responsabilidade do consórcio Toyo-Setal. O composto químico é matéria-prima para a produção de fertilizantes nitrogenados utilizados nas culturas de milho, cana de açúcar, café, algodão e laranja, entre outras.

A previsão é de que a produção fosse iniciada em 2017, através fábrica com cerca de 200 funcionários. A estatal prevê, ainda, cerca de 230 prestadores de serviço para a unidade. A fábrica está sendo construída no Distrito Industrial III. Em fevereiro, 800 trabalhadores se dedicavam à obra.

Confira abaixo a nota da Petrobras

“O projeto UFN-V, com aproximadamente 30% de avanço físico concluído, está suspenso. Entre os fatores que levaram a esse estágio de hibernação está o adiamento sucessivo dos compromissos assumidos pela Gasmig para construção do gasoduto que forneceria gás natural à planta. A estatal mineira não apresentou evidências de que vai construir o gasoduto no prazo e nas condições acordadas no Contrato celebrado com a Petrobras que, por sua vez, se vê impedida de assumir os riscos associados à finalização da planta sem que haja uma revisão, com a Gasmig, das condições adequadas para o suprimento de gás para a fábrica. Paralelamente à questão do duto, o mercado nacional de fertilizantes apresentou um recuo na demanda por amônia – principal produto da UFN-V. A Petrobras entende que, atualmente, o investimento na construção desse projeto, com base na relação custo–benefício, não se mostra adequado em comparação a outros negócios da Companhia”.

Fonte: G1

Anúncios

Autor: carlosadoria

MANTÉM SUAS UTOPIAS DE 60 ANOS ATRÁS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s