petroleiroanistiado

A great WordPress.com site

PETROBRAS NA ARGENTINA

Deixe um comentário

Quatro grupos avaliam negócios na Argentina

 

Treze anos depois de instalar-se na Argentina, a Petrobras prepara-se para uma saída rápida do país vizinho. A companhia brasileira contratou um escritório em Buenos Aires especializado em aquisições e comunicou a quatro empresas locais a venda da totalidade de seus ativos, avaliados em mais de US$ 1 bilhão.

A principal candidata à compra dos ativos é a estatal YPF. Mas também receberam cartas que informam sobre a decisão da venda a Pan American Energy (PAE), a Pluspetrol e a Tecpetrol.

A PAE tem participação acionária dividida entre a British Petroleum (BP), que é majoritária, a chinesa Cnooc e uma família argentina. A Pluspetrol pertence a um grupo familiar argentino, mas o forte da sua atividade se concentra no Peru. A Tecpetrol é do*grupo Techint.

Segundo uma fonte ligada ao setor, as empresas estão agora em busca de financiamento ou organização do caixa para elaborar as suas ofertas, já que há grande interesse pelos ativos da estatal brasileira.

O mais interessante, sob o ponto de vista das empresas, segundo a fonte, é que o portfólio argentino da Petrobras funciona “de maneira integrada”. Além de numerosos, os ativos da companhia brasileira no país vizinho são variados. Há quase trinta reservatórios petrolíferos em Neuquén, em área próxima à região onde está Vaca Muerta, uma das maiores reservas de xisto do mundo.

Além disso, a Petrobras tem uma refinaria e petroquímicas em Bahia Blanca e Santa Fé, e uma rede de mais de 100 postos de serviço. A companhia brasileira tem, ainda, uma participação majoritária numa transportadora, a Gas dei Sur, e uma central térmica.

Nos últimos dias surgiu, na imprensa argentina, a possibilidade de outra empresa do país, a Companhia Geral de Combustíveis (CGC) também aparecer como candidata. A CGC pertence à Corporación America, do bilionário Eduardo Eurnekian. Esse grupo já fez negócios com a Petrobras.

Em abril a CGC comprou a participação acionária que a Petrobras tinha em 26 campos de petróleo e gás, na província de Santa Cruz, ao sul do país. Por meio dessa transação, que envolveu US$ 101 milhões, a empresa de Eurnekian, que já era sócia da Petrobras em várias dessas áreas petrolíferas, passou a controlar uma superfície de 11,5 quilômetros quadrados.

Na ocasião, o presidente da CGC, Hugo Eurnekian, anunciou que a empresa argentina tinha a intenção de investir mais de US$ 100 milhões nas áreas compradas porque havia “um grande potencial que não era totalmente aproveitado”. A Corporación America também investe em aeroportos brasileiros e recentemente comprou participação do empresário Eike Batista numa empresa de semicondutores, que passou a se chamar Unitec.

O negócio fechado com a CGC representou também a primeira venda de ativos da Petrobras desde que o escândalo que deflagrou a operação Lava-Jato veio à tona.

Em entrevista ao Valor, no fim de 2014, o presidente da YPF, Miguel Galuccio, mostrou grande interesse em fazer negócios com a Petrobras, sobretudo na área de gas. Não é de hoje que a YPF tenta se aproximar da Petrobras. A venda de ativos da companhia brasileira na Argentina já foi tema de conversas que aconteceram antes de a companhia brasileira envolver-se no escândalo de corrupção.

A proximidade da eleição presidencial na Argentina, em outubro, poderia ser outro motivo para a YPF acelerar a negociação para compra de ativos da empresa brasileira. Mas o fim do mandato de Cristina Kirchner não chega a representar um impedimento. A julgar pelas declarações de analistas 8

próximos aos candidatos à sucessão presidencial, é bem provável que a YPF, frequentemente apontada como exemplo de boa gestão entre as estatais do país, mantenha a atual estrutura no próximo governo.

Fonte: Valor Econômico

 

 

Anúncios

Autor: carlosadoria

MANTÉM SUAS UTOPIAS DE 60 ANOS ATRÁS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s