petroleiroanistiado

A great WordPress.com site

PETROBRAS – Desmonte do modelo de partilha.

Deixe um comentário

Desmonte do modelo de partilha é parte de política para reduzir papel do Estado no desenvolvimento

O Senado da República pode votar hoje, em velocidade recorde, o PL 131, de autoria do senador José Serra, que inicia o processo de desmonte do modelo de partilha para a exploração do pré-sal, aprovado no governo Lula. Veja aqui pronunciamento do senador Lindbergh Farias (PT/RJ), ontem, a respeito do tema. A primeira medida é o fim da exigência da presença da Petrobras como operadora exclusiva, com 30% no mínimo de participação em cada consórcio. O próximo passo será o fim do conteúdo nacional.

Ontem o Conselho de Administração da Petrobras aprovou o Plano de Negócios de 2015 a 2019, de US$ 130,3 bilhões, que substitui o anterior (2014-2018), em que eram previstos US$ 206,8 bilhões em investimentos. Um corte de US$ 76,5 bilhões, ao mesmo tempo a empresa anunciou a venda de ativos no valor de US$ 57,7 bilhões de dólares. Esses números reduzem a dívida da Petrobras, US$ 100 bilhões, a sua verdadeira dimensão. São uma prova definitiva que a empresa pode sim dar conta de seu papel no modelo de partilha e que devemos, até por sobrevivência de nossa indústria, manter a política de conteúdo nacional e a propriedade do petróleo extraído do pré-sal.

A Petrobras continua afetada pela queda do preço do petróleo, pelo câmbio e pelos efeitos da operação Lava Jato. Mas é preciso dar a empresa autonomia para reajustar seus preços de acordo com a cotação internacional do petróleo, até para preservá-la da ofensiva iniciada pelo PSDB no Senado.

É preciso se opor a toda política de desmonte do modelo de partilha. Este desmonte é parte da política mais geral de liquidação do papel do Estado no desenvolvimento do Brasil e da submissão total do capital produtivo ao capital financeiro internacional, com conseqüências como a perda da soberania sobre o destino do país.

Anúncios

Autor: carlosadoria

MANTÉM SUAS UTOPIAS DE 60 ANOS ATRÁS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s